As partes florais

Bom, já que vamos falar sobre as plantas que florescem por aí, nada mais útil do que saber um pouco sobre as partes das flores.Image

A função das flores está ligada à reprodução das plantas: elas são nada mais que o órgão sexual das Angiospermas. Esse órgão sexual é dividido basicamente em quatro partes: cálice, corola, androceu e gineceu. Vamos conhecê-las?

1. Cálice: é a parte mais externa da flor. Sua principal função é proteger as partes férteis e mais delicadas da flor, que estão localizadas internamente. O cálice é formado por um conjunto de estruturas chamadas sépalas. Em muitas espécies, as sépalas são pequenas e verdes, não chamam muito nossa atenção; mas, em outras, elas podem ser grandes e coloridas; e, além de proteger as partes internas das flores, atuam na atração de polinizadores.
Image

2. Corola: é a segunda parte mais externa da flor, “vizinha” do cálice. A corola é muito famosa, colorida e vistosa; todos nós as conhecemos bem! Ela é dividida em estruturas chamadas pétalas, e tem duas funções principais: proteger as partes férteis e internas da flor; e chamar a atenção de quem passa por perto. Chamar a atenção é muito importante para uma planta com flor conseguir se reproduzir, pois elas geralmente dependem de ANIMAIS para tal! Mas ainda vou fazer um post só sobre polinização para explicar melhor essa história!
Image

3. Androceu: fica interno à corola. O androceu é o conjunto de estames, estruturas sexuais masculinas da flor. Os estames parecem uma antena, e são formados por duas partes: o filete (o “cabo” da antena) e a antera (a “ponta” amarelinha da antena). É nas anteras (a parte amarela) que os grãos de pólen são produzidos.
Image

4. Gineceu: a parte sexual feminina e mais central da flor. Ele pode ser formado por um ou mais carpelos. A abertura do carpelo se chama estigma; sua parede longa, estilete; já sua base expandida é conhecida como ovário. O estigma é a parte da flor que recebe o grão de pólen e dá condições para que ele germine; o estilete é a parede pela qual o grão de pólen cresce para levar seus gametas; e o ovário, repleto de óvulos, é o local onde ocorre a fecundação.
Image

É isso aí! São muitos nomes, mas é importante saber que todas essas “coisinhas” existem e desempenham, cada qual, um papel importante para a planta.

Anúncios

Sobre calendariofloral

Sou bióloga, mestre em botânica, e trabalhei vários anos com ecologia vegetal e floral. Entre meus interesses está ensinar o pouco que sei sobre biologia e função das flores.

7 Respostas para “As partes florais

  1. Pingback: Flor mascote! « calendariofloral

  2. Pingback: Flores de Maio – Spathodea campanulata « calendariofloral

  3. Pingback: Polinização « calendariofloral

  4. Pingback: Natureza transexual « calendariofloral

  5. não sei muito sobre ciências mas né…

  6. ikaro

    ate q me ajudou um pouco …

  7. Laurinda dimande

    Ah,gostei mas nao esta bem claro.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: